Amorim Lima - Uma escola municipal que tem CORAGEM

Inspirada na Escola da Ponte, em Portugal, a Escola Municipal Desembargador Amorim Lima implantou um novo projeto pedagógico, criado pelos professores, coordenadores, pais e alunos, com práticas inovadoras, sem a divisão tradicional por séries e idades, sem provas, com currículo flexível e sem paredes! Nesta entrevista, Ana Elisa de Siqueira - Diretora da Amorim Lima - explica como é importante SONHAR, ACREDITAR e ter CORAGEM para mudar.

Nos salões, os alunos são dispostos em grupos (muitas vezes de idades e séries diferentes). Cada um tem seu próprio roteiro de estudos, mas o objetivo é que eles consigam se ajudar e resolver problemas e tirar dúvidas entre si. Um professor fica à disposição dos alunos para tirar dúvidas. 

emef escola municipal de ensino fundamental desembargador amorim lima 1427297582579 956x5001

Fonte: http://educacao.uol.com.br/album/2015/04/13/conheca-a-escola-amorim-lima-em-sao-paulo.htm#fotoNav=11 

“Antes de me mudar para cá, minha mãe falou que a escola era bem diferente. Disse que não tinha classe, não se usava lousa e as matérias eram dadas juntas. Achei estranho demais!”, fala a cearense Alice Magalhães Ribeiro, de 13 anos, aluna do 8º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Desembargador Amorim Lima, localizada no bairro do Butantã, em São Paulo. Assim como ela, quem chega à escola sente, de imediato, espanto e curiosidade. Lá, tanto a metodologia pedagógica quanto a estrutura física e as instalações são bem diferentes das instituições públicas de ensino do país, geralmente precárias e com um ensino desinteressante. Conheça a fanpage atualizada pelos pais.

 amorim lima 021

Há escolas que são gaiolas. Há escolas que são asas.

Escolas que são gaiolas existem para que os pássaros
desaprendam a arte do vôo. Pássaros engaiolados são
pássaros sob controle. Engaiolados, o seu dono pode
levá-los para onde quiser. Pássaros engaiolados sempre
têm um dono. Deixaram de ser pássaros. Porque
a essência dos pássaros é o vôo.

Escolas que são asas não amam pássaros engaiolados.
O que elas amam são os pássaros em vôo.
Existem para dar aos pássaros coragem para voar.
Ensinar o vôo, isso elas não podem fazer, porque
o vôo já nasce dentro dos pássaros. O vôo não pode ser
ensinado. Só pode ser encorajado”.

Rubem Alves

HISTÓRIA

Amorim Lima – uma escola que nasceu para ser asa!

Em 1956, nasce a primeira Escola Isolada da Vila Indiana, situada na Rua Corinto, s/nº, em São Paulo. Sua primeira organizadora foi a professora Yolanda Limongelle. Antes de se chamar EMEF Desembargador Amorim Lima, a escola teve ainda os seguintes nomes: Escolas Reunidas de Vila Indiana e Escola Agrupada Municipal de Vila Indiana. Decretos depois, ganhou, em 1968, o endereço de hoje em prédio de alvenaria.

Foi a partir de 1996, com a chegada de Ana Elisa Siqueira, atual diretora, que a escola passou a viver suas transformações mais profundas. Preocupada com a alta evasão – e ciente do triste fim que vinham a ter os alunos evadidos visto que, para muitos, era a escola o único vínculo social concreto – o primeiro esforço da nova diretoria foi no sentido de manter os alunos na escola, durante o maior tempo possível. Nesta época, derrubaram-se os alambrados que cerceavam a circulação no pátio, num voto de respeito e confiança. A escola passou a ser aberta nos fins de semana, melhoraram-se os espaços tornando-os agradáveis e voltados à convivência. Enfim, a escola foi aberta à comunidade.

Fonte: http://amorimlima.org.br/institucional/31-2/

Palestra no TEDxValedoAnhangabau